Notícias do Corinthians

Atletas do Corinthians podem ser convocados para Copa do Mundo

Por Pedro De Oliveira

Atletas do Corinthians podem ser convocados para Copa do Mundo

Renato Augusto e Cássio estão na lista de suplentes da Seleção Brasileira na Copa do Mundo

Síguenos enSíguenos en Google News

O treinador da Seleção Brasileira, Tite, já definiu os nomes que farão parte da lista de suplentes para a Copa do Mundo. Dois desses jogadores são do Corinthians: Renato Augusto e Cássio. O técnico já pediu que os atletas não mantenham a forma nesta reta final de temporada no Brasil para permanecerem a disposição caso alguma lesão ocorra no grupo.

Essa lista de suplentes contempla 13 nomes e além dos jogadores do Corinthians, também vazaram os nomes de Rodinei, João Gomes e Gabigol, do Flamengo. Todos os atletas foram aconselhados por Tite que permaneçam em forma e não tirem férias antes do primeiro jogo da Seleção, no dia 24 de novembro.

Mais notícias do Corinthians:

Corinthians se aproxima de mais um atacante
Corinthians atinge melhor campanha desde ano em que foi campeão

Renato Augusto e Cássio foram pilares do grupo que constituiu a Seleção na Copa do Mundo da Rússia, em 2018. O meio-campista era um dos principais jogadores do elenco, tinha importância na liderança do grupo e era titular da equipe. Porém, ele teve uma lesão antes da Copa, que prejudicou sua utilização no Mundial.

No ciclo de 2022, no entanto, ambos foram pouco utilizados. Com a ascensão de Weverton e Santos, Cássio acabou sendo preterido nas convocações de Tite. Já o meio-campista, permaneceu jogando na China, só voltou ao Corinthians última temporada e ainda precisou lidar com lesões. Fred, Bruno Guimarães e Éverton Ribeiro acabaram tomando conta da vaga.

Copa do Mundo

A Seleção Brasileira estreia diante da Sérvia, no dia 24, depois encara a Suiça, quatro dias depois e encerra a participação na fase de grupos diante de Camarões, no dia dois de dezembro. O caminho para uma possível final pode ser um dos mais difíceis da história, com Portugal, Alemanha, Argentina e França.

 


Mais notícias