Notícias do Corinthians

Jogador sem contrato para 2023 ganha mais uma oportunidade no Corinthians

Por Pedro De Oliveira

Jogador sem contrato para 2023 ganha mais uma oportunidade no Corinthians

Ramiro passa de descartável a jogador utilizável em quase todos os jogos

Síguenos enSíguenos en Google News

Pelo visto, Vítor Pereira tem gostado das atuações de Ramiro com a camisa do Corinthians. O jogador de 29 anos tem sido utilizado mais pelo centro, como meio-campista, de fato. Mas na partida desta quarta-feira (26), diante do Fluminense, Vítor Pereira promoveu sua entrada logo nos primeiros minutos do jogo, na vaga de Gustavo Mosquito que saiu com lesão. Desta vez, o ex-jogador do Grêmio entrou numa função parecida com a que jogava no Tricolor, como meia pelo lado direito.

Com Renato Gaúcho, no Grêmio, Ramiro atuava aberto pelo lado direito, mas centralizava bastante. Tendo-o por lá, o treinador conseguia equilibrar melhor a equipe, sem perder a ofensividade. No Corinthians, outros técnicos já tentaram utilizar ele por ali também, mas o rendimento do atleta nunca foi o mesmo apresentado no tricolor gaúcho.

Mais notícias do Corinthians:

Jogador que nunca caiu nas graças da torcida, deve sair em 2023
Atacante decepção na temporada não é nem relacionado

Porém, diante das frequentes utilizações de Ramiro na equipe do Corinthians, fica a sensação que se Vítor Pereira permanecer no comando do Timão para a próxima temporada, Ramiro tem muito mais chances de continuar como atleta do alvinegro paulista. A possibilidade de atuar em várias funções diferentes dentro de campo pode ser um trunfo dele com a equipe para tentar uma renovação de contrato para o ano de 2023.

Vale dizer que além das várias funções que Ramiro pode fazer no meio-campo, ele também já atuou para ajudar em algumas oportunidades na lateral-direita. No futebol atual, com treinadores mais ousados e modernos, ter um atleta que joga em várias posições é sempre fundamental para mudar o jogo não apenas com substituições, como também sem realizar trocas, mas mudar funções dentro do próprio jogo com os mesmo atletas.

2022 pode definir 2023?

No caso de Ramiro, um bom final de temporada pode ser fundamental para a decisão do clube renovar ou não seu contrato. Além da própria definição da continuação do trabalho de Vítor Pereira e de como o Corinthians terminar: no G5, com garantia de fase de grupos da Libertadores, ou com vaga na pré-Libertadores, que deve precisar de um elenco fechado já no início da temporada para não ser surpreendido.

 

Tópicos


Mais notícias