Notícias do Corinthians

Final pode levar Timão a ter mais dinheiro em caixa

Por Pedro De Oliveira

Final pode levar Timão a ter mais dinheiro em caixa

Além da premiação da final da Copa do Brasil time vai receber por patrocínio

Síguenos enSíguenos en Google News

A final da Copa do Brasil já garantiu aos cofres corintiano 25 milhões de reais só por ter chegado às finais. Isso acontece porque, só o vice colocado recebe esse valor então ganhando ou não, o time já terá, no mínimo esse valor para receber. Mas essa final pode garantir um dinheiro ainda maior para o clube.

A expectativa é que um patrocínio na camisa seja fechado nos próximos dias para ser exibido durante as finais que acontecem nos dias 12 e 19 de outubro. O espaço a ser utilizado é nas costas e existem três empresas que estão concorrendo para colocar a marca em uma das camisas mais caras do futebol brasileiro.

Mais notícias do Corinthians:

Adversário entra em crise e pode ajudar o Timão em competição importante
Metrô de SP confirma briga entre corinthianos e tricolores no sábado
 

A diretoria corintiana não nem nenhuma pressa em definir quem irá estampar a marca na camisa na grande final. Até porque, a primeira partida por ser em casa, os uniformes podem ser confeccionados com o nome da empresa até a véspera da partida. O que joga a favor dos dirigentes corintianos que poderão fazer um contrato melhor.

A prioridade do clube é por quem ofereça mais do que simplesmente o nome na camisa e o dinheiro. A diretoria de marketing espera por um parceiro que traga "experiência" de sua marca, com ativações dentro do vestiário dos atletas e um pacote mais diferenciado de benefícios, segundo a matéria publicada pelo GE.

Final mais que esperada

As finais da Copa do Brasil começam no dia 12 de outubro na Néo Química Arena, em São Paulo, às 21h30. Já a partida de volta, acontecerá no Maracanã, no Rio de Janeiro, no dia 19, no mesmo horário. O coringão busca o tetra campeonato e pode ser campeão depois de 13 anos, quando venceu a competição pela última vez em 2009 contra o Internacional.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Tópicos


Mais notícias