Notícias do Corinthians

Corinthians escapa de perder fortuna graças a acordo na Justiça

Por Jorge Dias

Corinthians escapa de perder fortuna graças a acordo na Justiça

Timão aceitou o acordo judicial

Síguenos enSíguenos en Google News

A Justiça de São Paulo homologou acordo e extinguiu processo no qual a Vitalcred, alegando rescisão de contrato por parte do clube, pretendia receber multa de R$ 480 mil. A desavença se deu porque no mês seguinte às partes firmarem parceria, o Alvinegro anunciou acordo com o BMG, em janeiro de 2019, e rescindiu o contrato com a fabricante de máquinas de pagamento por cartão. As duas operações ocorreram com Andrés Sanchez na presidência

No trato homologado na última quarta, o Corinthians reconheceu dever para a empresa R$ 155.008,62, valor bloqueado de suas contas pela Justiça. O bloqueio foi feito após a Vitalcred recorrer e obter decisão favorável à sua intenção de ser indenizada pela rescisão. Decisão anterior determinava que ela não tinha nada a receber pelo rompimento.

Figurinhas Da Copa Qatar 2022 - Blister Cartela Com 100 Envelopes Capa comum. Compre aqui

Mais notícias do Corinthians

Timão disputa partida importante, que vale classificação para título brasileiro

Corinthians mostra interesse em destaque do rival e corre para contrata-lo

Por sua vez, a empresa admitiu dever para a agremiação R$ 5.000 a título de honorários de sucumbência, de acordo com decisão em primeira instância. Ficou acordado que do valor bloqueado das contas corintianas R$ 111.493,43 ficariam com a Vitalcred. Para os advogados de empresa, ficariam R$ 38.506,57. Coube aos defensores do Corinthians R$ 5.008,62.

Com isso, o Timão encerra mais um longo capítulo de disputas judiciais que inflam a dívida de quase 1 bilhão de reais do clube. No mês passado, o Parque São Jorge comemorou o aceito da Caixa Econômica Federal sobre um novo acordo para o pagamento do financiamento da Neo Química Arena.

 


Mais notícias