Notícias do Corinthians

Corinthians pode passar na frente do Santos e anunciar destaque argentino

Por Pedro De Oliveira

Corinthians pode passar na frente do Santos e anunciar destaque argentino

Meia que estava na mira do Santos para a temporada 2023, pode pintar no Corinthians

Síguenos enSíguenos en Google News

O tempo em que se tinha disputas entre argentinos e brasileiros com os “hermanos” atuando com suas grandes estrelas já passou. Atualmente os principais clubes brasileiros possuem folhas muito mais caras e rotineiramente tiram jogadores dos vizinhos da América do Sul. Desta vez, trata-se do meia Agustín Almendra, do Boca Juniors.

Revelado pela categoria de base do Boca, o jogador de 22 anos está demonstrando que pode ser um ótimo projeto para o futuro tanto de Corinthians, como de Santos. Porém, há um problema que ode ser um empecilho para chegada do argentino nos clubes brasileiros, seu extracampo. O jovem jogador se envolveu em alguns problemas e não deve ter seu contrato renovado para 2023.

Mais notícias do Corinthians:

Corinthians sabe data que vai enfrentar o Goiás, após jogo suspenso
Corinthians traça estratégia para manter craque do time em definitivo
 

Considerado o novo Mascherano, Almendra recusou a última proposta do diretor esportivo, o histórico Juan Roman Riquelme, e foi afastado da equipe do Boca Juniors. No clube, ele entrou em campo apenas duas vezes em 2022. Além do Corinthians e Santos, São Paulo e Flamengo monitoram a situação do promissor atleta.

O contrato de Almendra se encerra em julho de 2023, sendo assim os clubes já podem fechar um acerto sem custos no início de janeiro. Porém, como é conhecido no futebol sul-americano, Almendra pode sair ainda no início do ano para não ficar tanto tempo parado e o acordo incluir algum retorno de dinheiro ao Boca Juniors.

Novo Mascherano?

Esse nome traz boas recordações ao Timão. Como titular no ano de 2005 e 2006, o volante foi campeão brasileiro da Série A e peça fundamental para a conquista do título. Além dele, o Corinthians também contava com o argentino Tévez, que foi o principal jogador da competição e também veio do carrasco de brasileiros, Boca Juniors.

 


Mais notícias