Notícias do Corinthians

Timão prepara barca para a próxima temporada

Por João Silva

Timão prepara barca para a próxima temporada

Jogadores não estão sendo aproveitados nessa temporada e não ficarão para o próximo ano

Síguenos enSíguenos en Google News

A temporada corintiana não acabou, mas o planejamento para a próxima temporada já começou e alguns jogadores não continuarão para o ano que vem. Os jogadores Robson Bambu, Bruno Melo são dois exemplos de atletas que pouco tem jogado na temporada e não devem continuar na equipe para o ano de 2023.

Mesmo que o foco seja a segunda partida da Copa do Brasil, na próxima quarta-feira (19), contra o Flamengo no Maracanã, no Rio de Janeiro. a diretoria já pensa em quem deverá sair e quem ficará, seguindo o planejamento de Vitor Pereira que deverá ficar no clube para o próximo ano e já planeja reforços para o clube.

Mais notícias do Corinthians:

Torcida alvinegra faz história na final da Copa do Brasil
Após 11 temporadas como titular , jogador ainda mostra boa atuação
Os primeiros da lista são o zagueiro Robson Bambu, o lateral esquerdo Bruno Melo, além dos volantes Cantillo e Xavier. O motivo, além do baixo desempenho apresentado pelos atletas, é a alta folha salarial corintiana, que ultrapassa os 20 milhões de reais por mês, como forma de trazer um alívio financeiro para o clube.

A ideia é a mesma adotada no ano passado, quando conseguiu 'se livrar' de alguns jogadores que não rendiam e que tinham altos salários. No caso de Bambu e Bruno Melo, os dois são jogadores que estão emprestados e não ficarão. Já Xavier e Cantillo, devem ser oferecidos para outras equipes como forma de conseguir algum dinheiro com esses atletas.

Foco na decisão

Apesar disso, o clube pensa apenas na final da Copa do Brasil, o clube entende que essa é a grande oportunidade de levantar um troféu que tem relevância nacional além de garantir vaga direta na fase de grupos da Libertadores. Da decisão, o Corinthians já tem garantido 25 milhões de reais, que é o valor pago ao vice campeão da competição.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Mais notícias