Notícias do Corinthians

Ele não jogou nada no Timão, foi emprestado e clube quer devolvê-lo

Por Romario Paz

Ele não jogou nada no Timão, foi emprestado e clube quer devolvê-lo

Jogador foi hostilizado pelos corintianos e teve que "mudar de ares"

Síguenos enSíguenos en Google News

Campeão olímpico com a Seleção Brasileira em 2016, Luan nunca mais reencontrou seu futebol desde daquele ano mágico com o Grêmio, em 2017. De lá pra cá, ele já teve várias chances, mas não consegue engrenar. O meio-campista chegou ao Corinthians com status de grande reforço e muita gente acreditou que o atleta poderia voltar aos momentos de glórias, mas isso não aconteceu, ou melhor dizendo, só decepcionou.

Nesta temporada, Luan foi emprestado ao Santos com o Timão pagando boa parte dos seus vencimentos mensais (cerca de 90%). Não engrenou na Vila Belmiro e surgiram notícias de que o jogador poderia ser devolvido ao Corinthians de forma antecipada. O jornalista Jorge Nicola entrou em contato com pessoas ligadas ao Alvinegro Praiano, que negaram a notícia, mas a tendência é que o meia volta ao Coringazzo em janeiro.

Figurinhas Da Copa Qatar 2022 - Blister Cartela Com 100 Envelopes Capa comum. Compre aqui

Mais notícias do Corinthians:

Caso sério conheça os jogadores que sairam após brigarem com a torcida corinthiana

Foi revelada através de vazamento a terceira camisa do Corinthians comemorativa

Luan tem contrato com o Santos até dezembro e deve ser devolvido, causando novamente um problema para o Corinthians que até então consegue se livrar de 20% dos vencimentos do jogador (R$ 200 mil por mês). Aos 29 anos, Luan tem contrato com o Timão até o fim de 2023. Ele foi contratado em 2020 junto ao Grêmio.

Não, fica pra vocês!

De acordo com informações de bastidores, o Timão não aceita a quebra do vínculo e, protegido por contrato, que garante que a diretoria precisaria estar de acordo com a devolução, deve manter o atacante na Vila Belmiro. O Peixe é responsável pelo pagamento de 20% dos salários do atleta, o que gira em torno de R$ 200 mil por mês. O restante é arcado pelo Corinthians. A Diretoria santista entende que o jogador não agregou à equipe e não estenderá o vínculo até 2023.


Mais notícias