Notícias do Corinthians

Árbitro prejudica Corinthians e Vitor Pereira não perdoa

Por João Silva

Árbitro prejudica Corinthians e Vitor Pereira não perdoa

Treinador não poupou críticas a Bráulio da Silva Machado 

Síguenos enSíguenos en Google News

A primeira partida entre Corinthians e Flamengo pela final da Copa do Brasil, trouxe muitas emoções dos dois lados, mas para os corintianos, o árbitro Bráulio da Silva Machado e os assistentes do VAR, prejudicaram o clube em alguns lances. O técnico Vitor Pereira não poupou críticas à quem comandou a partida no campo.

Para o treinador corintiano, o lance do pênalti de Leo Pereira e o segundo cartão amarelo para João Gomes, que não foi aplicado, atrapalharam o resultado do primeiro confronto entre as equipes ‘Raramente falo de arbitragem, mas o que não consigo entender é que primeiro: o senhor Bráulio da Silva Machado não conseguiu ver o segundo amarelo para o João Gomes’ disse em coletiva pós jogo.

Mais notícias do Corinthians:

Torcida alvinegra faz história na final da Copa do Brasil
Após 11 temporadas como titular , jogador ainda mostra boa atuação
O treinador disse que os de corintianos foram prejudicados por um grupo de árbitros que não conseguiram o pênalti de Léo Pereira 'o seu Rodrigo D'Alonso Ferreira não conseguiu ver no VAR, lá em cima, com toda a tecnologia disponível, que a bola bate no braço, que ele não está ao longo do corpo, que está em volumetria, que impede que a bola chegue no Giuliano.' completou o treinador.

Para finalizar, VP entende que não só o clube foi prejudicado como também todos os torcedores do clube ‘Para mim, nessas duas decisões, saíram lesados mais de 30 milhões de corintianos, isso é que é preciso estar atento. É preciso falar disso, não falar de flores. Até o segundo jogo, não quero que se fale de flores, quero que se fale disso, não é para se esconder.’ finalizou o treinador.

Partida final

Para semana que vem o treinador contará com o time completo para a grande decisão. O timão chega vivo para a segunda partida, diferente do que aconteceu na Libertadores quando perdeu em casa por 2 a 0 e na partida de volta teve uma missão quase que impossível de reverter, diante de um time adversário muito bom e qualificado.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Mais notícias