Notícias do Corinthians

Treinador argentino nega Corinthians mesmo com salário triplicado

Por Pedro De Oliveira

Treinador argentino nega Corinthians mesmo com salário triplicado

Juan Pablo Vojvoda preferiu ficar no Fortaleza, onde é ídolo e melhor treinador da história

Síguenos enSíguenos en Google News

Em busca de um substituto para uma possível saída do treinador português Vítor Pereira, o Corinthians entrou em contato com o argentino Juan Pablo Vojvoda, técnico do Fortaleza, e ofereceu para ele um pré-contrato com salário três vezes maior que o atual no Leão do Pici. O comandante, no entanto, negou a oferta e seguirá, até então, na equipe cearense. A informação foi publicada pelo portal Diário do Nordeste.

Ídolo e principal treinador da história do Fortaleza, Vojvoda tem uma liberdade muito grande para trabalhar na equipe. Pelo Tricolor, ele conquistou dois Campeonatos Cearenses, uma Copa do Nordeste e um quarto lugar no Campeonato Brasileiro do ano passado, que classificou a equipe para uma inédita participação na Libertadores. Na temporada atual, o argentino passou por problemas de pontuação no primeiro turno da Série A, mas já se recuperou e briga por mais uma vaga na Copa Libertadores.

Mais notícias do Corinthians:

Corinthians se aproxima com atacante de área para 2023
Em duelo de 'invenções', Corinthians e Fluminense se enfrentam

A permanência de Vítor Pereira se mostra cada dia mais distante de acontecer. Mesmo com a diretoria corinthiana querendo que ele continue, a situação não parece ser de fácil resolução. Com problemas familiares de ordem médica e informações que até sua própria equipe técnica sem querer continuar a trabalhar no Brasil, o português vai precisar resolver seu caminho em poucos meses. A procura por Vojvoda já possa sinalizar o possível fim de passagem de Pereira no clube do Parque São Jorge.

O perfil de Vojvoda, de certa forma, até se assemelha um pouco com Vítor Pereira. Ambos jogam com linha de três zagueiros, mas também se adaptam com a linha de quatro defensores. Atualmente, o Fortaleza joga no 4-3-3, depois de se consolidar no 3-5-2. A saída de seu ala-direito e principal destaque, Yago Pikachu, contou muito para isso. Pelo lado do português, observou-se várias mudanças no esquema e também em função de jogadores dentro do mesmo jogo.

Dificuldade em achar um provável substituto

Sem dúvidas alguma, o Corinthians terá vida difícil para achar um possível substituto para vaga de Vítor pereira. O português encaixou e fez a equipe jogar um bom futebol, mesmo lidando com diversos problemas de lesão na temporada. No mercado nacional, a prospecção não é boa, e o internacional parece ser a cada dia mais incerto. Para cada nome estrangeiro que rende bem no Brasil, dois não dão.

 


Mais notícias