Notícias do Corinthians

Surgiu no Corinthians, saiu pela porta dos fundos, agora vai jogar na Série D

Por Pedro De Oliveira

Surgiu no Corinthians, saiu pela porta dos fundos, agora vai jogar na Série D

Jovem atacante tem se destacado na atual edição do campeonato carioca

Síguenos enSíguenos en Google News

"Será que foi o homem frio que marcou o gol?" indagou um dos jovens da base enquanto observava o treino dos profissionais do Nova Iguaçu à beira do campo. Sim, foi Carlinhos quem recebeu a bola na pequena área, encarou o goleiro e não hesitou ao chutar para o canto. Assim tem sido nos jogos oficiais também, ele mantém a calma nos momentos decisivos. Em cinco partidas disputadas neste ano, marcou cinco gols, contribuindo para que o Nova Iguaçu mantenha-se na briga pelo topo da tabela e mantendo-o como artilheiro do Campeonato Carioca até o momento.

Revelado pelo Corinthians, Carlinhos fez parte da mesma geração de Malcom e Guilherme Arana. Após deixar o clube paulista, o atacante passou por clubes de menor expressão pelo Brasil. Seu desempenho pelo Audax-RJ em 2023 chamou a atenção do Nova Iguaçu, que o contratou para esta temporada.

Neste campeonato, marcou contra o Flamengo - com uma cavadinha -, Botafogo e os dois gols da vitória sobre o Vasco. Ele não esteve em campo na única derrota do Nova Iguaçu, para o Fluminense. Com sua estatura, força física e habilidade na finalização, tem sido uma dor de cabeça para as defesas adversárias.

Apesar das dificuldades enfrentadas ao longo da carreira, Carlinhos vive um momento especial em 2024. Não apenas pelo bom desempenho no Nova Iguaçu ou pela frieza dentro da área. Foi o calor no coração que o ajudou a redescobrir o prazer de jogar futebol, superando um momento difícil fora dos gramados.

Jogador enfrenta o maior desafio fora do campo

Há três anos, recebeu a notícia de que sua mãe, Dona Nilda, estava lutando contra um câncer no crânio.

"Em certo momento, para ir jogar, eu precisava desligar o celular com medo de receber alguma notícia. Quando você vê que pode perder sua base, tudo desaba", compartilhou o jogador.

Ele precisou interromper sua carreira algumas vezes para retornar ao interior de São Paulo, onde cresceu, e ajudar no cuidado dela. Dona Nilda passou por uma cirurgia delicada no crânio e chegou a perder a visão, mas isso não a impediu de acompanhar o filho.

"Ela ouve os jogos e meu pai passa os detalhes para ela", concluiu.

Carlinhos e seus colegas estão contentes com o momento da equipe, mas enfatizam a importância da cautela. Afinal, ainda faltam cinco rodadas para o término da primeira fase do Campeonato Carioca e a classificação está bastante equilibrada. Mas nada que o artilheiro frio não possa resolver.


Mais notícias