Notícias do Corinthians

Sheik não tem piedade, fala o pior sobre o Corinthians e elenco não perdoa

Por Pedro De Oliveira

Sheik não tem piedade, fala o pior sobre o Corinthians e elenco não perdoa

Ídolo da Fiel torcida não mede as palavras e mais uma vez faz fala polêmica

Síguenos enSíguenos en Google News

Em recentes declarações, o ex-atacante Emerson Sheik, uma figura emblemática na história recente do Corinthians, não economizou críticas ao atual plantel do clube. Participando do programa Domingol com Benja, na CNN, neste domingo, 4, o ícone alvinegro expressou seu descontentamento com a falta de dedicação dos jogadores após a derrota para o Novorizontino, na Neo Química Arena, pela quinta rodada do Paulistão.

"Não consigo compreender. Como ex-atleta e alguém que se identificou profundamente com o Corinthians e sua torcida, não consigo entender. Mesmo que essas contratações não estejam à altura do Corinthians, como um atleta veste a camisa do clube, entra em campo e não consegue competir? Não consegue honrar a camisa do clube", iniciou Sheik.

Para o ex-atacante, é decepcionante e "horrendo" ver alguns jogadores do atual plantel em campo, principalmente na perspectiva de ídolos como Liedson, Jorge Henrique e Marcelinho Carioca, que honraram a camisa do clube em um passado não tão distante.

Sheik não mede as palavras

"É horrendo ver esses atletas vestindo a camisa do Corinthians. Não é nariz em pé. Minha geração, Liedson com joelho todo arrebentado, Jorge Henrique... Esses caras que honraram a camisa do Corinthians. Fico imaginando a decepção que é assistir a um jogo do Corinthians e não ver a entrega que tinha há poucos anos. Estou falando de entrega. Não tem. É vergonhoso."

"Marcelinho comentando vendo essa vergonha... Para nós que honramos e vestimos a camisa do Corinthians, é uma decepção enorme ver esse Corinthians de hoje", disparou.

Por fim, Sheik acredita que a péssima fase do Corinthians envolve uma série de problemas táticos e técnicos. Na visão do ex-avançado, no entanto, o elenco não pode simplesmente deixar de se entregar em campo pelo clube.

"O torcedor tem razão. O Corinthians taticamente é horrível, tecnicamente está muito abaixo, mas não pode faltar entrega. Entrega é o mínimo. É vergonhoso o que estão fazendo com o nosso Corinthians. Nós, que nos dedicamos tanto para fazer esse clube ser e continuar sendo grande", concluiu Emerson Sheik.

A derrota para o Novorizontino foi a quarta consecutiva do Corinthians em cinco jogos no Paulistão. O resultado fez o time de Mano Menezes entrar na zona de rebaixamento à segunda divisão estadual. O próximo compromisso será um clássico contra o Santos, nesta quarta-feira, 7, na Vila Belmiro.


Mais notícias