Notícias do Corinthians

Enquanto o Palmeiras bajulou a Globo, o gesto do Corinthians que chocou a todos

Por Pedro De Oliveira

Enquanto o Palmeiras bajulou a Globo, o gesto do Corinthians que chocou a todos

Clubes participam de rodadas de negociações sobre direitos de transmissão

Síguenos enSíguenos en Google News

De acordo com o blog de Rodrigo Matos, do UOL, a reunião dos clubes da Libra teve a participação crucial da presidente do Palmeiras, Leila Pereira, na defesa da proposta em apoio à Globo. Enquanto isso, o Corinthians adotou uma postura mais cautelosa em relação às negociações e chegou a considerar a possibilidade de negociar separadamente. No entanto, optou por continuar as conversas dentro da Libra.

A Libra é composta por nove times da Série A: Corinthians, São Paulo, Palmeiras, Red Bull Bragantino, Flamengo, Atlético-MG, Grêmio, Bahia e Vitória, além do Santos.

Embora tenha havido uma proposta da Liga Forte Futebol e seus investidores para unir os clubes, a Libra decidiu, na quarta-feira, prosseguir com as negociações de venda dos direitos do Brasileirão, de 2025 a 2029, com a Globo. Já existe uma proposta formalizada no valor de R$ 1,3 bilhão.

Durante a reunião, foram apresentadas propostas do investidor da LFF, do Mubadala e da Globo. Ao serem apresentados os números, Leila Pereira tomou a palavra e destacou a credibilidade e experiência da Globo no futebol, enfatizando-a como a opção mais segura. Além disso, ressaltou que, embora o Paulistão pague boas cotas sem a Globo, os patrocinadores dos clubes sofrem com a falta de exposição, temendo o mesmo cenário no Brasileirão. A dirigente demonstrava certa impaciência devido à demora nas negociações.

A posição de Leila foi determinante, pois ela expressou seu voto a favor da Globo, o que influenciou a decisão dos demais dirigentes. Dirigentes do Flamengo e do São Paulo seguiram seu voto, e o Grêmio também seguiu na mesma direção. Outros clubes aderiram à decisão.

Timão faz jogo duro

Por sua vez, o Corinthians demonstrou certa hesitação, inclusive sugerindo a possibilidade de negociar seus direitos de forma independente. No entanto, outros dirigentes entenderam que a gestão de Augusto Mello era nova e possuía menos informações sobre a proposta da Globo e o contexto geral, situação semelhante à do Santos.

Dessa forma, houve um convencimento e o Corinthians concordou em assinar a ata em apoio às negociações em curso. Comprometeu-se também a receber detalhes da proposta da Globo no próximo mês, juntamente com o Santos, para ter acesso a todas as informações. Oficialmente, a posição do Corinthians é de continuar as negociações dentro da Libra.


Mais notícias