Notícias do Corinthians

Cuiabá faz jogo duro, parte pra cima do Corinthians e Augusto Melo treme

Por Pedro De Oliveira

Cuiabá faz jogo duro, parte pra cima do Corinthians e Augusto Melo treme

Dourado vive relação conturbada com o Timão desde Mano treinava o Alvinegro

Síguenos enSíguenos en Google News

O presidente do Cuiabá, Cristiano Dresch, expressou sua indignação com o que chamou de "falta de respeito" por parte do Corinthians durante as negociações com o técnico António Oliveira.

Após o empate em 1 a 1 com o União de Rondonópolis pelo Campeonato Mato-grossense, Dresch detalhou a relação entre os clubes durante a transação.

Dresch ressaltou que o Corinthians só entrou em contato com o Cuiabá após já ter acertado com António Oliveira. Ele destacou que teria sido mais apropriado se o Corinthians tivesse comunicado o início das negociações com António Oliveira antes de finalizar o acordo.

O presidente do Cuiabá enfatizou que, embora o Corinthians seja um clube de maior porte, isso não justifica a falta de consideração com o Cuiabá. Segundo ele, houve desrespeito por parte do Corinthians nessa situação envolvendo António Oliveira.

Presidente do Dourado faz jogo duro

Além disso, Dresch esclareceu sobre a multa rescisória do técnico português, que gerou dúvidas quanto ao valor. Segundo o mandatário, o montante ainda não foi pago pela diretoria do Corinthians e a liberação da documentação do treinador só ocorrerá após o recebimento.

Em relação à multa, Dresch afirmou que até o momento não houve nenhum contato para efetuar o pagamento. Ele mencionou que parece haver uma grande dificuldade por parte do Corinthians em lidar com a multa de Mano Menezes.

Dresch ressaltou que o Cuiabá está aguardando o pagamento da multa, pois enquanto não ocorrer o depósito, o treinador não será liberado. O valor da multa é de R$ 1.040.00,00. Ele explicou que a multa seria de R$ 5 milhões caso António Oliveira não renovasse com o Cuiabá, mas como o contrato foi renovado em 2024, a multa foi reduzida.


Mais notícias